Conselho do Facebook revisará normas de moderação de conteúdos de celebridades

Órgão acusou a rede social de falta de transparência em suas decisões sobre a eliminação das publicações


O Conselho de Supervisão do Facebook anunciou, nesta quinta-feira (21), que vai revisar a política da empresa sobre a moderação dos conteúdos publicados pelos famosos e acusou a rede social de falta de transparência em suas decisões sobre a eliminação das publicações. A ex-funcionária do Facebook Frances Hagen informou ao jornal The Wall Street Journal uma série de pesquisas internas da plataforma, especialmente sobre os danos que a rede social pode causar aos menores de idade. Essas informações provocaram indignação e uma nova revisão do Congresso sobre o impacto da plataforma na saúde mental, mas também sobre como trata as celebridades.


| Foto: Chris Delmas / AFP / CP


O chamado sistema de "verificação cruzada" ou "XCheck" protege milhões de usuários de elite das regras que o Facebook afirma aplicar igualmente, segundo as informações do jornal. O Conselho de Supervisão, que é semi-independente, "aceitou um pedido do Facebook (...) para revisar o sistema de verificação cruzada da empresa e fazer recomendações sobre como pode mudar", disse em uma publicação.





"O Facebook concordou em compartilhar com o Conselho os documentos relacionados ao sistema de verificação cruzada, de acordo com o que foi informado no The Wall Street Journal", acrescentou o painel de especialistas, financiado pelo Facebook e que às vezes é comparado com o Tribunal Supremo do gigante das redes sociais. O Conselho, que tem a última palavra sobre o que é eliminado ou permitido permanecer na plataforma, também criticou a empresa por não ser "completamente comunicativa".


Fonte: Correio do Povo