Passagem de ciclone por Moçambique provoca 53 mortes

O número de mortos na passagem do ciclone Gombe na semana passada por Moçambique subiu para 53, anunciaram as autoridades da província de Nampula, norte do país, a mais afetada pelo fenômeno.


AFP


O balanço anterior registrava 22 vítimas fatais, mas 31 corpos foram encontrados em Lunga, na costa do Oceano Índico, uma área isolada pelos bloqueios de estradas provocados pelo ciclone.


O secretário de Estado da província, Mety Gondola, visitou a região na quarta-feira e descreveu uma "situação dramática". "O número de vítimas pode aumentar à medida que as operações de resgate continuam nos distritos mais afetados", disse.


Gombe, que atingiu Moçambique no dia 11 de março, afetou particularmente a província de Nampula, a mais populosa do país, onde milhares de casas foram destruídas. O país já havia sido atingido em janeiro pela tempestade tropical Ana, que deixou mais de 100 mortos no sul da África.

.

.

AFP

Correio do Povo