Presidente dos EUA pede que os cidadãos norte-americanos deixem a Ucrânia imediatamente

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a pedir aos cidadãos norte-americanos que deixem a Ucrânia imediatamente diante da possibilidade de uma invasão russa. “Cidadãos devem sair agora”, disse Biden.




Foto: Lawrence Jackson/Casa Branca


.

“Não é como se estivéssemos lidando com uma organização terrorista. Estamos lidando com um dos maiores Exércitos do mundo. É uma situação muito diferente, e as coisas podem enlouquecer rapidamente”, declarou o democrata.


Questionado sobre cenários que poderiam levá-lo a enviar militares para resgatar norte-americanos em fuga do país, Biden afirmou que “não existem”. “Essa será uma guerra mundial quando os norte-americanos e a Rússia começarem a atirar uns nos outros. Estamos em um mundo muito diferente do que já estivemos”, declarou.


Nesta semana, a Casa Branca aprovou um plano do Pentágono para que os seus militares na Polônia construam abrigos temporários e possam auxiliar cidadãos norte-americanos em uma eventual retirada da Ucrânia em caso de invasão pela Rússia. Essas tropas não estão autorizadas a entrar na Ucrânia em caso de conflito.


A Ucrânia e seus aliados ocidentais acusam a Rússia de ter enviado milhares de tropas à fronteira para invadir novamente o país, depois de ter anexado a península da Crimeia em 2014.